Home » Matérias » RioCard: Código Braille no cartão Especial

RioCard: Código Braille no cartão Especial


Edição nº 102

30/07/2018

Os deficientes visuais do município do Rio de Janeiro agora contam com cartão RioCard Especial em Braille. Desde de 19 de janeiro, todos os novos cartões emitidos para esse público já saem com a versão desse sistema de escrita para pessoas cegas ou com baixa visão. Os emitidos anteriormente poderão ser trocados, a partir da solicitação de uma segunda via no modelo em braille, em qualquer loja da RioCard, sem custo. As lojas também efetuam a impressão usando o casco com identificação em braille.

Atualmente, são 4.322 registros de deficientes visuais com benefício ativo no município do Rio de Janeiro. De acordo com a RioCard, nesses primeiros cinco meses foram emitidas as primeiras vias de 50 cartões em braille e será feita a troca de cerca de 250 cartões de alunos do Instituto Benjamin Constant, instituição de ensino e centro de referência nacional na área de deficiência visual que atestou que os cartões RioCard estão de acordo com o Código Universal de Braille. O sistema, também denominado Código Braille, é baseado em 64 símbolos em relevo, resultantes da combinação de seis pontos, dispostos em duas colunas de três pontos cada, e representando letras, algarismos e sinais de pontuação.

A leitura é feita da esquerda para a direita, podendo se utilizar uma ou as duas mãos ao mesmo tempo. O sistema surgiu na França em 1825 e a sua criação é creditada a Louis Braille, que ficou cego aos três anos de idade. No Brasil, ficou conhecido em 1854, data da inauguração do Instituto Benjamin Constant, no Rio de Janeiro, fundado por D. Pedro II.

 

Foto: Divulgação / RioCard

©Copyright Fetranspor 2017 | Todos os direitos reservados.