Empresas de ônibus de Petrópolis mostram eficácia no combate à Covid-19

02/06/2021 |

Levantamento realizado pelo Setranspetro (Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis), juntamente com as cinco empresas de ônibus que prestam serviço urbano em Petrópolis (Cidade das Hortênsias, Turb Petrópolis, Cidade Real, Petro Ita e Viação Cascatinha), e divulgado no começo de abril, avaliou a eficácia das medidas de segurança adotadas nos coletivos, terminais e garagens, no enfrentamento à Covid-19, desde março do ano passado. Em pouco mais de um ano, o sistema, composto por cerca de dois mil rodoviários, registrou a morte de dois colaboradores – o que representa, proporcionalmente, 0,1% do total, indo na contramão dos dados do Brasil, apresentados pela empresa Lagom Data, que apontou aumento de mortes no setor rodoviário em todo o País.

Para diminuir os riscos causados pela pandemia, as empresas de ônibus de Petrópolis criaram protocolos que seguem as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde). Assim, realizam regularmente a higienização da frota e a aferição da temperatura dos rodoviários, disponibilizam máscara e álcool em gel para seus funcionários e fornecem orientações e recomendações por meio de informativos e mensagens nas garagens. Os procedimentos também acontecem nos terminais e pontos de ônibus com grande fluxo de pessoas. Além disso, as transportadoras seguem rigorosamente a norma técnica estabelecida pela vigilância em saúde do município, que determina a ocupação permitida nos ônibus. E, em toda a frota, foram afixados adesivos com as orientações de segurança. Os clientes também são instruídos a utilizarem máscara, álcool em gel e a manterem sempre as janelas dos ônibus abertas para a renovação do ar.

“Prezando pela saúde e segurança dos nossos colaboradores, conseguimos afastar, de forma imediata, após o surgimento da pandemia, todos os nossos rodoviários que fazem parte do grupo de risco” Carla Rivetti, gerente do Setranspetro

De acordo com a norma técnica estabelecida pela vigilância em saúde, divulgada em 16 de junho de 2020, no Diário Oficial de Petrópolis, é permitido o transporte de dois passageiros por metro quadrado em pé e 100% dos assentos ocupados nos ônibus. Sendo assim, o número de passageiros em pé pode variar de acordo com o tamanho do veículo. Estudo da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) mostra que a renovação de ar dentro de um ônibus com janela aberta é 63% superior que a vazão exigida em ambientes fechados, como supermercados, bancos e shoppings.

“Prezando pela saúde e segurança dos nossos colaboradores, conseguimos afastar, de forma imediata, após o surgimento da pandemia, todos os nossos rodoviários que fazem parte do grupo de risco. E realizamos uma série de investimentos em ações de conscientização, além de práticas rotineiras, sempre em prol da preservação da vida, principalmente de quem permanece trabalhando. Infelizmente, lamentamos a perda de dois grandes profissionais nesse período de um ano, mas seguimos confiantes de que estamos percorrendo o caminho certo, evitando, ao máximo, o contágio e as perdas, sempre com muita responsabilidade”, explicou Carla Rivetti, gerente do Setranspetro.

Comente aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *