Transporte de Londres tem ajuda governamental de 1,8 bilhão de libras

27/11/2020 |

PANDEMIA GEROU QUEDA NO NÚMERO DE PASSAGEIROS

A capital britânica também sofreu impacto em seu sistema de transporte público uma vez que, segundo o prefeito Sadiq Khan, a receita oriunda de pagamento de passagens caiu drasticamente a partir de março, em decorrência da pandemia.
Embora o governo do primeiro-ministro Boris Johnson tenha proposto medidas mais radicais, como a suspensão de gratuidades no transporte de menores e idosos com mais de 60 anos e o aumento da área onde os veículos particulares pagam a chamada “taxa de congestionamento” para circularem – 15 libras por dia –, o prefeito Khan conseguiu a liberação de verba de 1,8 bilhão de libras, o que chega perto de 15 bilhões de reais. Espera-se que esses recursos, oriundos de fundos de emergência, garantam o normal funcionamento do sistema até março do ano que vem.
O sistema de transporte público em Londres é gerenciado pela Transport for London (TfL), e composto por rede de metrô e ônibus. Pela sua importância na vida dos cidadãos, a crise gerada pela pandemia aumentou as divergências entre o partido conservador de Boris Johnson e o trabalhista, de Khan, ambos já de olho nas eleições de maio do ano que vem.

Comente aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *